Por que investir na venda de cartuchos e toners em sua loja?

Uma boa loja de informática precisa oferecer um mix bem variado de produtos a seus clientes. Nesse sentido, a venda de cartuchos e toner é uma ótima forma de atrair mais clientes e torná-los mais fiéis. Além disso, esses produtos ajudam a equilibrar a rentabilidade do negócio frente aos equipamentos mais caros e de pouca saída.

Então, se você quer ter esses benefícios em seu estabelecimento, confira os detalhes neste artigo.

Atraia novos perfis de clientes

Os cartuchos e toners são produtos excelentes para atrair uma clientela nova. Afinal, qualquer pessoa que tenha uma impressora precisa de reposição de tempos em tempos. Nessas horas, muitas não se prendem muito a uma loja ou outra, então é um bom momento para oferecer um diferencial. Conforme for a experiência dela durante a compra, pode voltar para adquirir outros suprimentos e manter uma relação mais duradoura.

Aumente o volume de vendas

Muitos equipamentos eletrônicos são caros e de longa duração. Dessa forma, alguém que compra uma impressora ou um notebook, não volta no mês seguinte para comprar outro. Mas, ao oferecer suprimentos de qualidade, o seu estabelecimento provê motivos para que ele compre mais produtos.

No caso da venda de cartuchos e toners a marca precisa ser conhecida e de confiança no mercado. Assim como a Colortek, da qual a Gaúcha é uma distribuidora autorizada. Isso garante que o cliente não terá sua impressora danificada e ainda contará com boas impressões. E provando a boa qualidade do produto, ainda recomendará sua loja aos amigos.

Aumente o ticket médio

Os clientes que adquirem uma impressora, de certo precisarão de um cartucho ou toner que pode ser oferecido, entre outros suprimentos, em uma venda cruzada. Além de aumentar o ticket médio da loja, essa prática demonstra o interesse do local em atender cada cliente em suas necessidades específicas. Assim, o cliente se sente especial e se torna mais propenso a voltar quando precisar de outros produtos.

Compense possíveis perdas de rentabilidade

Muitos equipamentos têm uma margem interessante de lucro, mas o volume de vendas pode oscilar muito, gerando perdas significativas em determinados meses. Por isso é importante contar com outros produtos que tenham um giro mais alto e que gerem uma compensação no faturamento pelo volume de vendas.

Os cartuchos e toners são ótimas opções, visto que muitas pessoas têm impressoras em suas casas e escritórios e precisam fazer a reposição deles constantemente. Inclusive, podem ser trabalhados com uma margem entre 60% a 150% conforme o público e a marca.

Como vimos, a venda de cartuchos e toner proporciona diversas vantagens, mas é fundamental destacar que os resultados financeiros devem ser acompanhados periodicamente. Isso ajuda a verificar se eles estão sendo realmente rentáveis para o negócio ou se é preciso fazer ajustes nos valores e metas de vendas. Dessa forma, sua loja pode faturar muito mais e conseguir resultados surpreendentes.

Se você gostou deste post e está precisando de novas ideias para aumentar suas vendas, confira estas dicas para atrair clientes pela internet para lojas de informática e comece a utilizá-las ainda hoje!

Saiba o que avaliar para acertar na compra de um PC Gamer

 

Se você quer ter um computador gamer, é importante comprar o produto ideal para obter a performance desejada. É necessário adquirir um equipamento que suporte os atuais gráficos rebuscados para acompanhar a evolução dos jogos. As taxas de processamento, armazenamento e memória são maiores no PC gamer do que em um computador doméstico comum.

Neste artigo, vamos apresentar os principais fatores que devem ser avaliados ao comprar um PC gamer. Você quer entender mais? Então, continue a leitura para conferir!

Equilíbrio entre os componentes do PC

O equilíbrio do conjunto é essencial para garantir que o seu PC terá um bom desempenho. Apenas um item não é capaz de fazer milagre. Ou seja, componentes como o processador, a placa-mãe, a memória, os HDs, a placa de vídeo e a fonte devem estar em sintonia para tudo funcionar corretamente.

Placa de vídeo adequada

AMD e Nvidia são marcas que têm placas muito boas, possibilitando desfrutar da mais alta qualidade dos gráficos do jogo. Recomenda-se que esse componente tenha pelo menos 1GB de memória. Monitores full HD (1920 x 1080) exigem placas de vídeo mais potentes e eficazes para manter uma ótima qualidade gráfica nessa resolução. No entanto, a placa de vídeo depende do PC inteiro para atingir todo o seu potencial. Desse modo, as configurações devem ser equilibradas.

Processador e fonte ideais para um computador gamer

Um processador com boa velocidade é uma exigência para carregar os jogos mais rapidamente. Quando o processador é muito inferior e não consegue processar todo o poder da placa de vídeo, os jogos podem travar. Processadores da linha “I” da Intel normalmente atendem bem essa necessidade. Boas opções são processadores como o I3, I5 e I7.

A fonte deve ter potência suficiente para não prejudicar o equipamento. Por isso, as fontes indicadas são as que têm PFC ATIVO e selo 80 plus. Tal selo garante que a fonte entregará sempre acima de 80% de energia da sua capacidade. Fontes com chave de seletor de voltagem devem ser evitadas pois não têm PFC ativo.

Quantidade de memória RAM

É o tipo de memória de transição do computador utilizada para carregar os dados que estão em segundo plano com mais rapidez. Um PC gamer adequado deve ter pelo menos 8GB de memória RAM. Muita memória não melhora o rendimento do PC, porém, acelera o carregamento dos jogos e programas. É bom estar atento para não colocar memórias com frequência maior que o aceitável pela placa-mãe.

Comprar no lugar certo é fundamental para garantir a qualidade dos produtos. Pesquisar preços e opções de computador gamer na internet é uma boa dica. Também vale a pena montar um computador para jogos por conta própria. Mas é necessário ter um conhecimento básico para não comprar itens incompatíveis ou que não serão aceitos pela placa-mãe.

Gostou deste artigo sobre computador gamer? Então, aproveite sua visita ao nosso blog e confira nossa loja de produtos gamer.

Aproveite também para assinar a nossa newsletter. Assim, você receberá as atualizações e novas dicas do nosso blog.

 

Impressora HP: conheça a sua qualidade e principais modelos!

A impressora HP é provavelmente o produto mais famoso dessa marca no Brasil. Ela é conhecida pela alta velocidade de impressão, preço justo, alta tecnologia e boa durabilidade.

Neste artigo, você vai entender melhor as vantagens da impressora HP para os negócios, bem como descobrir alguns dos principais modelos e suas características. Confira.

O que é a impressora HP?

É uma impressora produzida pela multinacional americana HP (até 2015 conhecida como Hewlett-Packard) — fundada em 1939, é hoje uma das maiores empresas de informática do mundo, vendendo copiadoras, computadores e até impressoras 3D.

A impressora HP é vendida em duas categorias principais: jato de tinta (inkjet) e a laser. As primeiras são mais baratas, versáteis e mais adequadas para imprimir cores e imagens. Já os modelos a laser são mais caros e imprimem mais rápido, ademais, são mais eficazes para imprimir texto. Além disso, exigem a troca dos cartuchos de toner, de custo mais elevado.

Quais as vantagens da impressora HP?

As impressoras da HP oferecem várias vantagens para o seu negócio. A primeira delas é o preço. Muitos modelos são encontrados no mercado na faixa dos 300 reais ou até menos.

A segunda é o custo de manutenção. O cabeçote de impressão fica no cartucho de tinta, por isso, basta removê-lo para limpar a impressora. Ademais, trocar o cartucho quando a tinta acaba é muito fácil.

Além disso, mesmo as impressoras jato de tinta (na HP chamados Laserjet) são muito rápidas. Seu escritório pode imprimir dezenas ou centenas de páginas em poucos minutos.

Finalmente, as impressoras HP, especialmente as multifuncionais, são pequenas e leves. Cabem em quase qualquer mesa e podem ser facilmente instaladas.

Quais os principais modelos de impressora HP?

Um bom exemplo é a Impressora multifuncional HP DeskJet Ink Advantage 2136. Ela é compacta (425 x 304 x 149 mm) e leve (3,4 kg), por isso, cabe em qualquer escrivaninha ou prateleira.

Mas não se engane pelo tamanho. Ela dá conta de qualquer tarefa, sendo capaz de imprimir, digitalizar e copiar com controles simples. É fácil de instalar e pode chegar a imprimir 20 páginas por minuto (no modo rascunho) ou 7,5 páginas por minuto (no padrão ISO).

Além disso, o modelo alcança uma boa resolução, de 4800 x 1200 dpi em cores. Com bandeja de entrada de 60 folhas, pode realizar a maior parte dos trabalhos cotidianos.

Outra opção é a Impressora multifuncional HP DeskJet Ink Advantage 2676. Esse é um modelo de capacidade mais econômica que a 2136 e permite imprimir facilmente a partir de vários smartphones e tablets.

Isso dispensa a necessidade de transferir arquivos por e-mail ou pendrive para o computador da empresa antes de mandar imprimir. Ademais, o aplicativo HP All-in-One Printer Remote permite gerenciar tarefas de impressão a distância.

Na hora de adquirir uma impressora HP para o seu negócio, não se esqueça da importância de escolher uma loja de informática confiável, que ofereça segurança no tráfego de dados, política de garantia e canais de atendimento.

Ficou interessado nas vantagens das impressoras HP para a sua empresa? Acesse o site da Gaúcha Distribuidora e confira a seleção de produtos!

Não se esqueça também de assinar nossa newsletter para ficar por dentro das novidades em informática.

Loja especializada em computadores e notebooks: quais os benefícios?

O trabalho no setor de suprimentos de médias e grandes empresas requer cuidados importantes para a garantia de boas compras. Nesse sentido, ao considerar a aquisição de produtos de informática, é fundamental contar com uma loja de computadores e notebooks que seja especializada no assunto.

Esse tipo de estabelecimento proporciona diversos benefícios, como vamos mostrar neste post. Então, se você está pesquisando fornecedores de artigos de TI, confira estas vantagens e faça a escolha ideal para a sua empresa.

Atendimento especializado

Lugares como magazines são muito generalistas e buscam atender da melhor forma os clientes “pessoas físicas”. Esse público tem necessidades mais genéricas e superficiais, que podem ser atendidas por vendedores que se desdobram para oferecer diversos tipos de produtos.

No caso das empresas, é muito importante que a loja tenha um conhecimento mais especializado no assunto. Afinal, cada setor precisa de configurações diferenciadas para os computadores e periféricos, dessa forma os atendentes precisam estar preparados para orientar os compradores da melhor forma.

Personalização

Ainda relacionado à especialização do fornecedor, a capacidade de personalização é um dos fatores fundamentais para uma boa compra. Dessa forma, as configurações da máquina destinada ao setor financeiro é completamente diferente daquela que atenderá ao setor de desenvolvimento de software ou daquela que vai para o setor de arte gráfica, por exemplo.

Por isso, a loja de computadores e notebooks precisa fornecer a flexibilização da combinação de componentes, a fim de obter unidades únicas e específicas para cada finalidade. Isso só é possível em locais especializados.

Suporte eficiente

Uma loja que tem o foco voltado para TI conta com profissionais capacitados para prestar um suporte mais eficiente e de qualidade. Eles estão acostumados a lidar com diversas situações em seu dia a dia e isso faz com que tenham bastante experiência para resolver os diferentes problemas que acabam surgindo.

Assim, além de adquirir equipamentos personalizados e de boa procedência, ainda é possível contratar o serviço de assistência e manutenção para garantir mais tranquilidade e segurança. Com isso o tempo de indisponibilidade é menor e muitas situações podem ser resolvidas remotamente.

Preço competitivo

Por fim, um fator muito importante é o preço. Até porque, de nada adianta ter todos esses benefícios que foram citados, mas ter que pagar uma fortuna por eles, não é mesmo?

As lojas de computadores e notebooks têm acesso facilitado aos principais fabricantes e fornecedores de suprimentos de TI e, por conta disso, conseguem repassar os produtos finais a preços menores e mais atrativos. Inclusive, quando existe a necessidade de uma aquisição mais volumosa, é bastante comum conseguir fechar um contrato com descontos maiores.

Então, se você está em busca de uma loja de computadores e notebooks que se enquadra nos aspectos que citamos ao longo deste texto, que tal conhecer a Gaúcha Distribuidora? Temos quase 30 anos de experiência no mercado e estamos prontos para atender às suas necessidades! Acesse nosso site e confira!

Gostou deste artigo? Então, receba conteúdos relevantes sobre tecnologia, como este, diretamente em seu e-mail. Aproveite a visita o ao site e assine nossa newsletter.

PC gamer: conheça melhor esse mercado e como investir!

A​ indústria​​ voltada para o público ​gamer​​ enfrenta desafios cotidianos para superar as expectativas sobre os produtos. Esta ação resulta em linhas de produto com foco maior em qualidade, que em preço.

O mercado brasileiro de PC gamer, além de grande destaque da nossa economia​, é cenário de​ grandes​ inovações tecnológicas​ que garantem o melhor desempenho para o público-alvo. ​

Pensando nisso, ​trouxemos neste artigo os aspectos mais importantes que você deve conhecer​. Confira! ​

O que realmente significa PC gamer?

Para acompanhar a evolução dos jogos — encabeçada pelos altos padrões gráficos —, os desktops e notebooks precisaram adquirir novas funcionalidades e suporte necessário para suportar os padrões exigidos por eles. A partir dessa demanda, surgiram máquinas mais robustas e que são conhecidas atualmente como PC Gamers.

Esse computador específico otimiza a experiência do usuário, tornando a jogabilidade mais realista e atrativa. Alguns dos elementos que os diferenciam das versões comuns podem ser: placa de vídeo, memória RAM, processador, placa mãe e fonte.

Qual é o público ​interessado nesse tipo de produto?

Apesar de a fatia dominante ser de jovens de 18 a 30 anos, o nível de exigência dela é alto. Para eles, o fator de decisão de compra é muito mais ligado à qualidade dos itens do que ao preço.

Essa classe consumidora pode ser divida em três partes: entrada, intermediário e alta performance. E não é à toa que a de alta performance é responsável por um total de 43% (US$ 13 bilhões) do faturamento, segundo a consultoria Jon Peddie Research (jPR). À medida que as expectativas desse consumidor crescem, maior será a renda disponibilizada para ​compras ​n​esse setor.

Quais são os principais componentes tecnológicos?

Placa de Vídeo

Sem sombra de dúvidas, elas estão na lista dos itens mais importantes para os PC gamers funcionarem com todo o seu desempenho. Sem ela, os gráficos detalhistas não rodam da mesma forma que rodaria com boas placas de vídeos.

É fundamental que elas sejam no modelo DDR5, tendo maior compatibilidade com os jogos mais famosos lançados atualmente, como as versões atuais da NVIDIA e AMD. Nas mais antigas, como a DD3, além de não suportar os novos gráficos, tendem a consumir mais energia.

Processador

O processador é também um item que deve ser escolhido com muito atenção ao montar seu PC gamer. Isso por que escolhas incompatíveis com a placa de vídeo, ele reduz o desempenho dela, tornando o jogo mais lento e travando  — efeito conhecido como gargalo.

Invista em processadores da atual família da Intel, como os da 8ª e 7ª geração. Todavia, ​é possível jogar muito bem com a 6ª geração.

Memória RAM

Essa memória é responsável p​o ​garantir maior velocidade na resposta dos comandados dados à máquina. Atualmente, o recomendado é o tamanho de 4G​, mas, se o orçamento permitir, escolha o​ 8G com suporte para DDR4.

Placa-Mãe

Hoje os componentes das marcas da Intel e AMD podem ser encontrados facilmente com custos adequados, como as versões H87 e 990FX, respectivamente.

Sendo assim, entendemos que um PC gamer considerado de alta qualidade não é necessariamente o mais caro do mercado. No entanto, para garantir essa eficácia, é fundamental que todas as peças sejam adquiridas por um fornecedor de confiança e que, ao mesmo tempo, ofereça o suporte necessário para compreender o mercado e até mesmo, assuntos técnicos ligados a tecnologia vendida.

Gostou do artigo e ficou interessado em comprar uma máquina de alta performance? Conheça quais são os produtos vendidos pela Gaúcha Distribuidora! Aproveite e assine a nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos e se manter atualizad​o nesse mercado!

Você conhece a impressora Brother? Saiba os principais modelos

A impressora Brother é capaz de imprimir grandes quantidades, de maneira rápida e eficiente, sendo bastante recomendada para meios corporativos — escritórios de pequeno a grande porte — devido ao baixo custo da impressão. Porém, também há bons modelos para pequenos negócios e residências.

A seguir, vamos abordar tudo sobre esse equipamento. Continue a leitura para conferir!

É uma boa impressora?

A marca é reconhecida no Brasil e em outros países, por oferecer qualidade em seus produtos. As impressoras da Brother apresentam tecnologia capaz de atender a demanda de qualquer tipo de empresa — independentemente de seu porte.

Quais são os principais modelos da impressora Brother?

HL-5472DW

Esse modelo tem tecnologia laser, impressão duplex e rede wireless. A máquina ainda imprime a partir de dispositivos móveis, e a velocidade de impressão é de até 40 páginas por minuto. Além disso, o display de LCD iluminado simplifica a navegação nos menus.

DCP-8157DN

Essa impressora dispõe de rede integrada e duplex completo. Sua velocidade de impressão é também de até 40 páginas por minuto, imprime a partir de dispositivos móveis e apresenta Single-Pass Scanner.

HL-1202

A Impressora a Laser Monocromática custa em torno de R$ 489,90. Seus principais atrativos são o design e baixo custo.

A taxa de impressão é de 21 páginas por minuto. Assim, esse modelo é muito indicado para residência ou home office, sendo bastante elogiada por alguns usuários pela qualidade da impressão em preto e branco.

Qual sua faixa de preço no mercado?

O preço de tais impressoras pode variar muito, ficando em torno de R$ 408,40 a R$ 4.160,00. Tudo depende das características que o cliente necessita.

Confira alguns nomes de equipamentos e suas funcionalidades:

  • HL-2130: impressora comum via USB;
  • HL-5452DN: impressora com função duplex e rede 10/100;
  • HL-5472DW: impressora com rede wireless, rede 10/100 e função duplex
  • DCP-7055: impressora multifuncional com digitalização e cópia. Dispõe apenas de conexão via USB (todas as impressoras que não têm nenhum dos símbolos DN ou DW na frente do nome, são impressoras “normais” via USB e impressão apenas de um lado);
  • MFC-8912DW: impressora apresenta cópia, digitalização e impressão duplex. Além disso, ela tem rede 10/100, rede wireless e também conta com fax;
  • MFC-8952DWT: tem todos os recursos (rede cabeada e wireless, fax, impressão duplex), além de contar com uma bandeja extra para guardar mais papéis.

Como você pode ver, existe uma grande diversidade de modelos, que atendem diversos tipos de necessidades e, por isso, há uma grande diferença de preços.

Quais são os principais toners?

Os Toners Brother ajudam a impressora a alcançar o seu rendimento máximo, unindo qualidade e eficiência. Para isso, é preciso saber qual é o modelo da impressora para comprar a opção adequada e compatível de toner. Entre as principais vantagens produto estão a rapidez e a diminuição de resíduos de impressão.

Alguns modelos de toners, como o TN 1060 1K (DCP1512/HL1112), o TN 210/230 YEL 1.4K – (HL3040/8070) – PREMIUM e o TN 221 BK 2.5K (HL3140) – CHINAMATE são ideais para impressões de imagens, textos e gráficos. Esses produtos geram menor custo por página e proporcionam impressões vibrantes e definidas.

A impressora Brother é reconhecida nacional e internacionalmente pela sua qualidade e excelente custo-benefício. Os equipamentos são rápidos e eficientes, sendo ideais para empresas de todos os portes e, também, para o uso doméstico.

Gostou deste artigo sobre impressora Brother? Então, aproveite a visita em nosso blog e confira nosso site e também o da Colortek. Além disso, não deixe de assinar a nossa newsletter para receber as últimas atualizações e novas dicas do blog!

Processador I5: conheça seu desempenho e vantagens!

Seja em um computador para jogar, estudar ou trabalhar, é fundamental escolher com cuidado o processador de uma máquina. O Intel Core i5 é um grupo de processadores intermediários da Intel reservada a desktops x86-64. A CPU conta com quatro núcleos de processamento e é capaz de rodar a velocidades que chegam aos 3.5 GHz.

Neste artigo, vamos apresentar um miniguia sobre o processador I5. Quer entender mais? Continue a leitura para conferir!

Para quais situações o processador I5 é indicado?

Sua performance deve atender às necessidades de uma grande variedade de perfis de uso. O produto é interessante para usuários que buscam computadores básicos para tarefas do dia a dia. A CPU reconhece DDR4 (até 2400 MHz) e DDR3.

Um exemplo de um processador I5 é o Core i5 7400: ele está entre os melhores processadores intermediários, fazendo parte da sétima geração de processadores Intel. É uma ótima escolha para equipar um computador com bom desempenho para dar conta das tarefas do dia a dia e também rodar games pesados mantendo uma performance satisfatória.

A CPU conta com 6 MB de memória cache, enquanto o processador pode trabalhar com até dois canais de RAM em um total de 64 GB.

Já o melhor processador intermediário da oitava geração da Intel é o Core i5 8400. Apresenta 2.8GHz de frequência, 6 núcleos com 6 threads, 9MB de memória cache, suporte à memória DDR4 e soquete LGA 1151 v2.

Qual a faixa de preço no mercado?

O processador I5 tem um custo-benefício interessante. O preço é acessível e está longe de custar tão caro como os processadores mais poderosos da Intel no momento, com um valor em torno de R$ 750. O consumidor que está querendo um notebook gamer de entrada, com o preço em torno dos R$ 4 mil a R$ 5 mil reais, pode gostar bastante do i5, mesmo que seja dispensada alguma performance.

Relacionado a computadores mais acessíveis nesse nicho, o Core i5 7300HQ tem ótima performance para jogos e quatro núcleos, detalhe fundamental para quem quer tirar o máximo do computador em resolução Full HD.

Quais as diferenças em relação ao processador i7?

Os modelos Core i5 e Core i7, até a sétima geração, têm quatro núcleos de processamento. Quanto mais núcleos, mais tarefas o processador pode executar ao mesmo tempo. Os modelos com Intel Core i7 são desenhados para aqueles que buscam apenas o melhor desempenho. Ele é a opção mais indicada para jogos ou para edição de imagens e vídeos. Assim, é uma boa opção para quem deseja rodar aplicações pesadas.

Diferente do processador Intel Core i7, o processador Intel Core i5 faz uso de uma soquete chamada de LGA 1156.

Podemos concluir que é importante estar atento para entender as diferenças entre os processadores para escolher qual o melhor para cada tipo de tarefa.

Gostou deste artigo sobre processador I5? Então aproveite a visita em nosso blog e confira as promoções e novidades de informática em nosso site!

Aproveite também para assinar a nossa newsletter. Com ela, você vai receber as atualizações e novas dicas do nosso blog direto em seu e-mail!

Entenda a importância de escolher um toner de qualidade para a impressora

Apesar de toda a digitalização e virtualização que invadiram o mundo corporativo, as impressões ainda têm seu lugar garantido no dia a dia dos escritórios. Seja para relatórios ou informativos, em vários momentos ainda é necessário recorrer ao papel. Por isso, é primordial se preocupar com importância de escolher o toner de qualidade.

Na verdade, o processo inicia antes: na escolha do equipamento para a impressão. Existem vários modelos de impressoras no mercado e saber qual o tipo de toner deve ser utilizado e qual a facilidade de encontrar originais e similares para elas é muito importante para evitar problemas posteriores.

Quer saber mais sobre os motivos para se importar com a qualidade do toner? Então continue lendo nosso artigo para entender tudo sobre o assunto.

Qual a importância de escolher um toner de qualidade?

O uso da impressora pode ser mais ou menos recorrente dependendo da empresa. Porém, de qualquer forma, a escolha por produtos de qualidade faz muita diferença no resultado.

Veja, a seguir, o que você deve pensar na hora de adquirir o toner e as razões pelas quais é importante avaliar bem a sua compra.

Garantir o bom desempenho da impressora

Ao optar por itens de boa qualidade, a primeira grande vantagem está em manter o desempenho da sua impressora e evitar o desgaste desnecessário. A utilização de um toner ruim pode acarretar em vazamentos que estragam o equipamento.

Evitar desperdícios

Equipamentos mal regulados resultam no aumento de gastos com tinta e, consequentemente, no acréscimo dos custos com toner e papel. Além do mais, isso pode levar à desconfiguração da impressora e à necessidade de manutenção. Sendo assim, investir em produtos de qualidade ajuda a evitar esses desperdícios.

Procurar durabilidade e rendimento

Toners de qualidade apresentam maior durabilidade, pois têm rendimentos superiores. Independentemente de comprar itens originais ou compatíveis, seguir alguns cuidados ajuda a aumentar a performance o seu tempo de vida útil:

  • tenha cuidado ao manusear e evite movimentos bruscos;
  • não fique muito tempo sem imprimir;
  • realize testes de impressão após a troca;
  • armazene em locais adequados.

Fazer a relação entre custo e benefício

Já que, ao adquirir insumos de qualidade você garante o bom desempenho da impressora, evita desperdícios e, ainda, aumenta a durabilidade do toner, a relação custo-benefício ao optar por esses produtos é evidente. No caso da escolha por compatíveis, os custos podem ser reduzidos entre 30% e 40%.

Aumentar a qualidade da impressão

Ao imprimir um documento, o mínimo que se deseja é que seja feito com qualidade para que possa ser lido ou apresentado adequadamente. Um toner de procedência duvidosa pode, muitas vezes, reproduzir páginas mal impressas e com falhas. Se você utiliza bons produtos, isso não acontece.

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, os toners compatíveis apresentam o mesmo potencial de qualidade e durabilidade dos originais (devido à tecnologia atual) e não deixam nada a desejar, basta que você opte por empresas que sejam qualificadas para isso.

É o caso da Colortek, que produz produtos modernos, desenvolvidos fora do Brasil, considerada a melhor marca para atender às necessidades dos clientes. São cartuchos com ótimos custos e que mantêm a qualidade e a rentabilidade.

Diferentemente de muitas previsões, as impressoras continuam sendo indispensáveis no ambiente empresarial e devem continuar assim por muito tempo.

Nessa esfera, é extrema a importância de escolher o toner adequado, já na compra do equipamento. Independentemente de adquirir toners originais ou compatíveis, a opção por um produto de qualidade traz tranquilidade nos resultados e mais vantagens competitivas.

Então, qual a sua experiência com o assunto? Tem mais dicas para compartilhar conosco sobre a qualidade de toners de impressão? Deixe seu comentário e aproveite para assinar a nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades.

O que é necessário para um projeto de segurança eletrônica? Descubra!

A criminalidade e a sensação de insegurança tiram o sono de muitos cidadãos de bem. Em contrapartida, as ações preventivas pontuais, como o cuidado ao sair de casa e ao andar por locais perigosos, não são suficientes para proporcionar a tranquilidade desejada.

Diante disso, contar com um projeto de segurança eletrônica em sua residência ou local de trabalho é fundamental para garantir uma defesa mais efetiva. Contudo, para alcançar a eficiência esperada, é importante estar atento a alguns detalhes durante a sua elaboração.

Neste artigo, veja quais são as práticas essenciais para assegurar a melhor proteção com o menor custo possível. Confira!

Análise das necessidades do cliente e diagnóstico de riscos

O primeiro ponto de análise para a elaboração de um bom projeto de segurança eletrônica é entender as necessidades do cliente e quais são os riscos que ele corre. Sendo assim, cada caso deve ser tratado individualmente.

Entre as principais características a serem avaliadas, estão:

  • rotina e volume de circulação do local;
  • quantidade de unidades residenciais ou comerciais, em caso de condomínios;
  • existência de itens de valor;
  • índice de criminalidade da região;
  • facilidade ou dificuldade de acesso ao local;
  • policiamento da região.

Essas informações ajudam a identificar detalhes como a necessidade de certos equipamentos e a melhor distribuição deles na propriedade.​

Indicação dos equipamentos eletrônicos necessários

Para garantir a máxima segurança possível, o uso de equipamentos eletrônicos é crucial. Novamente, a definição de quais e quantos devem ser instalados varia conforme o levantamento das informações do tópico anterior. Em geral, os mais utilizados são:

  • sistema de alarme;
  • controle de acesso (carros e pedestres);
  • CFTV (circuito fechado de televisão).

​Dentre eles, o CFTV merece destaque. A presença de câmeras de segurança ajuda a inibir a ação de criminosos e a identificá-los caso algum delito seja cometido.

O uso desse tipo de equipamento é fundamental para ter um projeto de segurança eficiente e completo. Existem diversas marcas disponíveis no mercado, como a Intelbras e a D-link, que são referência no segmento.

As câmeras podem ser analógicas, mas, atualmente, as mais utilizadas são as que contam com tecnologia IP. Além de produzirem melhores imagens, elas necessitam de menos infraestrutura e podem ser acessadas via internet. Inclusive, existem modelos que se integram ao sistema de alarme e, por meio de sensores de movimento, são ativados e começam a registrar e enviar imagens.

Detalhamento dos custos do projeto de segurança eletrônica

Por fim, é importante lembrar da parte financeira do projeto. As melhores soluções não serão aquelas que proporcionam total segurança, mas sim as que conseguirem oferecer a melhor relação custo-benefício.

Equipamentos de última geração e alta tecnologia são mais caros e podem ser desnecessários conforme o cenário. Entretanto, ao contar com equipamentos de qualidade, fica muito mais fácil garantir a eficiência do projeto de segurança eletrônica e, com isso, a satisfação de quem for se beneficiar dele.

Gostou deste artigo? Que tal aprender um pouco mais sobre o assunto? Então, conheça os principais desafios do mercado de segurança eletrônica em nosso blog.

Se quiser receber conteúdos como este diretamente em seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter.

Recarga de toner na loja pode ser a saída para tempos de crise!

Assim como a impressora, os suprimentos que garantem seu funcionamento têm grande importância nas empresas. No entanto, o alto custo dos cartuchos e toners era uma grande dor de cabeça para os departamentos de compras. Consequentemente, o mercado de informática também foi prejudicado, com quedas no número de vendas. Visando eliminar esse problema, a saída adotada foi passar a recarregar toner na loja de informática.

Neste post, explicaremos por que ter esse tipo de serviço é uma ótima estratégia para quem deseja aumentar o lucro dentro do mercado. Confira!

Afinal, por que devo ter a recarga de toner na loja?

Hoje, cerca de 40% dos cartuchos e toners retornam às lojas e são revendidos por um preço inferior ao do original. Visando manter a mesma qualidade do produto novo.

Veremos, a seguir, alguns dos motivos que confirmam os benefícios para seu negócio ao investir nesse serviço.

Atração e fidelização de clientes

Se você deseja conquistar novos consumidores, a recarga de toners pode ser uma forte aliada. Clientes com uma grande demanda de impressão são mais frequentes e retornam mais à sua loja. Esse é um bom momento para realizar ações de marketing para encantá-los e fidelizá-los à marca.

Assim, temos como resultado um consumidor que também ajuda a propagar o seu negócio. No mercado da informática, é comum que seus clientes se fidelizem à sua empresa. Assim, eles falam bem e indicam seu serviço de recarga para amigos, familiares e até para alguma empresa.

Alta demanda do mercado de recarga de toners

Com a popularização das impressoras, inicialmente, o custo para adquiri-las era elevado. Mas, visando garantir a sobrevivência da tecnologia, a indústria reduziu esses valores, contudo, alavancando o preço dos suprimentos. Ou seja, era fácil comprá-las, mas mantê-las, não.

O toner remanufaturado foi a saída encontrada para diminuir o impacto financeiro dos suprimentos. Hoje, muitas empresas preferem adquirir esse tipo de toner, que, ao mesmo em tempo que entrega impressões de qualidade, é muito mais econômico.

Investimento acessível

O investimento a ser feito para oferecer esse serviço é relativamente baixo, podendo variar de acordo com a demanda. Para quem já possui um ponto de venda, a adaptação é ainda mais fácil, focando nos equipamentos específicos para a recarga e na capacitação dos colaboradores para executar a tarefa com eficiência.

Venda de produtos complementares

Outro grande benefício de oferecer esse serviço é o surgimento de oportunidades de vendas. Ao estreitar a relação com o cliente, você elimina barreiras na jornada de compra, facilitando o oferecimento de novos produtos. A estratégia pode ser ainda mais eficiente se você investir em produtos complementares ao funcionamento da impressora.

Como você pode perceber, recarregar toner na loja de informática é uma estratégia que só tem benefícios a agregar. Dessa forma, é muito importante contar com bons fornecedores de equipamentos e insumos de qualidade para que, assim, o serviço final seja de alto valor ao consumidor, trazendo resultados positivos ao seu negócio.

E aí, gostou do conteúdo? Caso tenha se interessado por esse assunto, entre em contato conosco! A Gaúcha Distribuidora é especialista em recargas de toners, converse com a gente e descubra como podemos te ajudar a ter um serviço eficiente e lucrativo!

PC Gamer: a importância de investir nesses produtos!

Você sabia que o uso de PCs gamers cresce ano a ano no Brasil? Isso mesmo, ao contrário de outras áreas, o mercado de games, no Brasil se expande notoriamente. Continue lendo e descubra por que a popularização de eSports no Brasil impacta na venda de produtos gamers.

O Brasil é o maior consumidor de jogos digitais da América Latina e o quarto no mundo em consumo dessa tecnologia. Pode parecer brincadeira, mas o país movimenta cerca de US$1,3 bilhão por ano. O mercado gamer cresce de maneira significativa e, com isso chama a atenção de investidores.

Ficou interessado? Então continue lendo e fique por dentro do acontece nesse mercado promissor

Como é o mercado gamer no Brasil?

Apesar de ser o quarto maior consumidor de games no mundo, o Brasil ainda não explora todo o potencial do segmento de games. Mas com o crescimento das possibilidades, o mercado gamer tem feito as pessoas a verem os games de outra maneira. O que para alguns era diversão para outros é profissão.

Segundo a Game Brasil, 65% dos pais acham que, se os games forem usados de maneira disciplinada, podem contribuir na construção do perfil e no desenvolvimento do raciocínio lógico. Mas o apoio dos pais fica mais fácil para surgimento de novos gamers.

Esporte eletrônico ou eSports, são termos usados para se referir às competições de jogos eletrônicas. Essa nova modalidade de esporte tem sido tendência, e vem constantemente aumentando o número de espectadores. O mercado profissional de jogos digitais tem um grande potencial e para algumas modalidades ganhou espaço na televisão.

Quais são os eventos que acontecem no Brasil?

Com tanta novidade e uma indústria em crescente desenvolvimento, o mercado gamer no Brasil, é estimulado por meio de grandes eventos, que viabilizam a troca de experiências, exposições de novas tecnologias e a divulgação das criações. Entre os eventos mais conhecidos estão a Campus Party São Paulo, Brasil Game Show e Game XP.

Como é o desempenho do mercado gamer na crise?

O mercado de games no brasil tem se mostrado otimista mesmo em meio à crise. Em 2018 deve movimentar mais de US$ 1,5 bilhão, além de contar com mais de 15,6 milhões de jogadores.

O aumento de jogadores tem trazido investidores para a área. No Brasil 375 empresas produzem games e segue com um crescimento acentuado, esse número é 180% maior em comparação com os números de quatro anos atrás.

Com a popularização dos eSports, o mercado brasileiro tem se tornado uma grande oportunidade de negócio para empresas e profissionais da área. O Brasil possui o maior mercado de jogos da América Latina e isso cria uma excelente oportunidade para quem vende produtos desse segmento.

Não há dúvidas que esse público tem crescido mesmo em meio à crise. Dessa maneira só falta saber como atrair novos fãs desse segmento para sua loja, com o intuito de agradá-los

Aproveitando a visita, siga nossa newsletter para ficar por dentro do que acontece no mundo gamer, e de novas tendências.

Aprenda como escolher a placa de vídeo ideal para o seu PC!

O mercado da tecnologia avança a cada dia, e novos dispositivos para computadores estão surgindo. Por isso, acompanhar esse segmento exige atenção, e quem atua na área de informática deve entender como essas mudanças podem alterar a performance do setor de TI.

Uma peça bastante importante nos computadores são as placas gráficas e saber como escolher placa de vídeo certa para sua demanda é essencial.

O mercado da tecnologia avança a cada dia, e novos dispositivos para computadores estão surgindo. Por isso, acompanhar esse segmento exige atenção, e quem atua na área de informática deve entender como essas mudanças podem alterar a performance do setor de TI.

Uma peça bastante importante nos computadores são as placas gráficas e saber como escolher placa de vídeo certa para sua demanda é essencial.

O mercado de GPUs apresenta proporcionalidade entre preço e performance. Ou seja, quanto mais caro você pagar por essa peça, melhor será o desempenho dela. Entretanto, tudo isso depende do conjunto computacional que você tem disponível e de quais são as suas necessidades.

Pensando nisso, preparamos este texto para que você aprenda como escolher o melhor modelo para o seu PC. Confira agora!

Determine suas necessidades

Embora uma placa de vídeo de boa qualidade possa cumprir com variados usos, na hora de comprar, é fundamental estar atento para não pagar muito por um desempenho que você não vai utilizar por completo. No entanto, é preciso levar em consideração também o efeito contrário.

Quem pretende adquirir um modelo intermediário ou de baixo custo deve observar se a placa vai atender aos requisitos recomendados para a atividade. No caso de jogos, por exemplo, veja se ela cumpre com as funções da maioria dos games que você pretende jogar.

Para quem atua com edição de imagens, vídeos e outras tarefas relacionadas a design, é importante optar também por placas intermediárias ou avançadas, pois, dependendo do programa utilizado, GPUs com grande potência podem fazer muita diferença para quem trabalha com ferramentas tridimensionais.

Identifique as especificações do PC

Geralmente, computadores portáteis e laptops apresentam placas de vídeo integradas. Elas são soldadas na placa-mãe e não podem ser substituídas, o que elimina a possibilidade de uma possível substituição. Isso também vale para tablets que têm o processamento gráfico em um chip dedicado.

A memória RAM de um computador também influencia na hora de saber como escolher placa de vídeo, assim como a potência da sua fonte. Modelos de maior desempenho exigem processamento, quantidade de memória e potência de energia bem maiores, quando comparados com placas mais modestas.

Quando uma fonte, por exemplo, não consegue fornecer energia suficiente para a placa de vídeo, o computador vai desligar, pois aquele modelo exige uma alimentação mais potente.

Você precisará de uma entrada baseada em PCI Express na placa-mãe para o funcionamento da placa gráfica. Como o mercado computacional evolui de forma rápida, raramente você vai dar um upgrade nesse componente sem levar em consideração a mudança de outras peças do computador. Então, fique atento a isso!

Observe as marcas e os preços disponíveis

A Nvidia e a AMD são as marcas predominantes no mercado e produzem boas placas de vídeo para fins de trabalho e diversão, ambas são capazes de suprir as necessidades dos usuários. O valor varia de um modelo para outro e você deve saber exatamente qual o seu objetivo com esse componente para definir qual comprar.

A Nvidia GTX 1060, por exemplo, é uma ferramenta ótima para jogos atuais, mas também é utilizada em empresas de TI ou nas máquinas voltadas para mineração.

Compre em uma empresa especializada no setor

Existem empresas especializadas em componentes de computador e escolher uma que ofereça todo o suporte necessário é fundamental. Muitas vezes, os usuários optam por aquele preço mais chamativo, mas se esquecem de observar se a loja de informática fornece suporte técnico, garantia etc. Ao final, isso pode significar dor de cabeça para quem deseja comprar uma placa gráfica.

Sendo assim, para saber como escolher placa de vídeo, é preciso considerar vários fatores e sempre buscar o equilíbrio entre o que você realmente quer comprar e se esse modelo cumpre com as especificações necessárias. Considere todos os componentes da máquina na hora de escolher esse importante item de um computador.

E aí, gostou deste post? Se você está procurando por placa de vídeo, conheça agora os nossos modelos!

Quer receber mais conteúdos relevantes como este que você acabou de ler? Assine nossa newsletter!

 

Problemas com recarga de toner e cartucho? Faça isso!

A utilização de impressoras no dia a dia é cada vez mais comum nas empresas. Ao longo do dia imprimimos diversos relatórios, comprovantes e tantos outros documentos. Todo esse processo desgasta os equipamentos, além de gerar custos tanto com manutenções e insumos. Você sabia que o seu toner ou cartucho pode ser recarregado?

É nesse contexto que se constata a importância de recarregar toner e cartucho, uma prática que gera diversos benefícios. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto!

Diferenças entre toner e cartucho

Primeiramente, é interessante conhecer as diferenças entre esses dois suprimentos que atendem aos mais variados tipos de impressoras:

  • toner: carregado com pigmentos em pó nas cores primárias (ciano, magenta, amarelo e preto) ou somente preto, é utilizado para abastecer as impressoras laser. Ao ser aquecido, o pó transfere a imagem para o papel;
  • cartucho: abastecido com tinta líquida, também nas cores primárias ou somente preto, é utilizado nas impressoras jato de tinta. O líquido é liberado no papel de acordo com a matriz, na necessidade exata, sem contato com o mecanismo.

Outros pontos que distinguem esses suprimentos são:

  • aparência: são bem diferentes, tanto na forma quanto no tamanho (o toner é maior que o cartucho);
  • velocidade: em função da tecnologia que cada um utiliza, a impressão a laser é mais rápida do que a realizada por meio de jato de tinta;
  • durabilidade: o toner tende a durar mais que o cartucho, devido ao acondicionamento de pó render mais.

A importância de recarregar toner e cartucho

Independentemente do modelo de impressora que sua empresa utiliza, aderir à prática de reutilização dos suprimentos é uma forma consciente de reduzir os custos com material e estar em sintonia com as causas ambientais.

A escolha por profissionais capacitados e o uso correto garantirão uma recarga eficiente e sem perda da qualidade na impressão dos documentos.

Benefícios da recarga

Conheça, a seguir, as principais vantagens de fazer a recarga de toners e cartuchos.

Preservação do meio ambiente

Ao realizar a recarga, sua empresa colabora para a preservação do meio ambiente, uma vez que a reciclagem reduz a possibilidade de descartar na natureza um produto que pode demorar de 450 a 1.000 anos para se decompor e evita a desperdício dos materiais utilizados em sua fabricação, como petróleo.

Redução de custos

Uma recarga pode ser até 50% mais barata que a compra de um toner ou cartucho novo. Valores gastos para adquirir cerca de 4 unidades desses suprimentos podem ser suficientes para comprar uma impressora nova.

Essa redução de custos possibilita que a sua empresa concentre os investimentos em áreas mais estratégicas para o negócio.

Liberdade de escolha

A partir da decisão de não adquirir o toner ou o cartucho original, você tem a liberdade de escolher entre as empresas que realizam recargas e distribuem produtos compatíveis. Dessa forma, você pode analisar e optar por aquela que oferecer mais vantagens e melhores serviços.

Diante dos benefícios apresentados, é inegável a importância de recarregar toner e cartucho, não é mesmo? Essa prática contribui para o mercado, para a economia financeira do seu negócio e para a preservação do meio ambiente.

Essas dicas foram úteis para você? Então, siga a nossa página no Facebook para continuar por dentro desses assuntos.

Aproveite a visita e assine a nossa newsletter para receber as novidades do blog na sua caixa de e-mail!

Como vender mais em épocas de crise? Saiba agora!

A retração econômica que presenciamos causou um dilema muito grande em empresas de diversos setores. Fatores como aumento do desemprego e diminuição do poder de compra das pessoas afetam diretamente o volume de vendas do comércio. Então, como vender mais na crise e manter o negócio vivo no mercado?

O desafio aumenta, mas não é impossível de ser vencido. Porém, é preciso adotar algumas estratégias específicas para garantir resultados melhores.

Portanto, vamos dar dicas valiosas que proporcionarão um acréscimo significativo nas vendas da sua loja. Fique atento e boa leitura!

Mantenha o pensamento positivo

Manter o pensamento positivo é fundamental para superar os momentos de dificuldades. Afinal, como vender mais na crise se você não acreditar que realmente pode? O pensamento negativo pode impedir que as pessoas tentem e se esforcem.

A positividade ajuda a deixar toda a equipe mais confiante e envolvida com as metas de vendas. Sendo assim, o primeiro passo é não desistir antes de tentar. É muito mais fácil conseguir bons resultados quando todos estão se esforçando voluntariamente.

Valorize o bom atendimento

O bom atendimento não deve ser encarado como um diferencial. Do ponto de vista do cliente, sua loja tem a obrigação de atendê-lo bem. Ele não está errado.

Sendo assim, é essencial que todos os funcionários sejam orientados com relação a isso. A excelência no atendimento deve ser um valor enraizado na cultura da empresa.

Inclusive, isso ajuda a fidelizar a freguesia e, ainda, a conquistar novos consumidores. Lembre-se que uma pessoa satisfeita indica seu estabelecimento para outras pessoas. A indicação é um dos principais fatores de aquisição de clientes.

Adote estratégias de marketing digital

O marketing evoluiu bastante nas últimas décadas. Principalmente o digital. É importante ressaltar que houve uma mudança no comportamento de compra. Sendo assim, além do fator econômico, é preciso considerar a internet.

Algumas estratégias têm custos bem baixos e podem gerar resultados surpreendentes. Uma delas é utilizar as redes sociais como ferramenta de divulgação e aquisição de clientes. Por meio delas, você pode ter um contato mais próximo com eles e criar anúncios mais direcionados.

Invista na prática do upsell e cross sell

Como já abordamos neste texto, existem diferenças importantes entre vender para a própria base e para novos clientes. Principalmente quando tratamos de custos e rentabilidade. Sendo assim, é importante investir no uso do upsell e do cross sell.

Ambos consistem em vender mais produtos para o mesmo cliente. O upsell acontece quando você vende algum adicional ao produto adquirido. Já o cross sell é caracterizado pela venda de um produto relacionado.

Na prática, digamos que o cliente queira comprar um notebook que tem 4GB de memória RAM. O upsell seria vender para ele uma memória adicional de 4GB, totalizando 8GB. O cross sell, seria oferecer teclado e mouse sem fio.

Concluindo, o aumento das vendas pode vir de diversas estratégias. É fundamental ter consciência de que essas ações são necessárias para garantir a sobrevivência do negócio frente a retração econômica.

Agora que você já viu como vender mais na crise, basta começar a implementar as dicas e começar a ver os resultados! Se você gostou desse post, deixe um comentário. A sua opinião é muito importante para nós!

Quer receber conteúdos como este em seu e-mail? Então, cadastre-se em nossa newsletter!

Computador completo e mais rápido? Veja como!

O computador começou a ficar lento? Calma! Nem sempre isso significa que chegou a hora de trocar o seu PC. Trouxemos algumas dicas de como deixar o computador mais rápido e identificar a necessidade de melhora no desempenho.

A evolução dos aplicativos, sistemas e ferramentas utilizadas no dia a dia exige, cada vez mais, uma melhor performance do computador. Tarefas simples como a abertura de páginas da web, a execução de programas e até mesmo a inicialização do sistema operacional, podem se tornar uma dor de cabeça para quem precisa de um PC rápido e funcional.

Algumas boas práticas ajudam a melhorar consideravelmente o desempenho da sua máquina e podem alertar sobre a necessidade de trocar seu computador ou fazer aquele upgrade em algumas peças.

Vamos ao que interessa! Confira 5 dicas de como deixar o computador mais rápido. Acompanhe!

1. Mantenha o Windows atualizado

As mensagens do Windows Update surgem de repente e, às vezes, incomodam quando você está no meio de um trabalho e não quer ser interrompido por uma reinicialização — que pode ser demorada. Mas você pode optar por agendar as atualizações para um período em que o PC não esteja sendo utilizado.

As atualizações são fundamentais para otimizar o desempenho da máquina e corrigir erros do próprio sistema. Com o Windows atualizado, a tendência é que as falhas diminuam e a segurança aumente.

2. Atualize o antivírus

Vírus se instalam na sua máquina sem que você perceba e executam processos em segundo plano, consumindo memória e processador para executar suas ações maliciosas, como roubo de senhas e dados confidenciais, exibição de anúncios e contaminação de pen drives.

Portanto, é fundamental que o antivírus esteja atualizado. Manter as atualizações automáticas do antivírus ajuda a proteger seu PC das ameaças mais recentes, as quais um banco de dados desatualizado não é capaz de identificar.

3. Faça a limpeza dos arquivos

Fazer uma limpeza de arquivos temporários, lixeira e atalhos na área de trabalho vai deixar o computador mais rápido, além de facilitar o acesso aos arquivos que você mais precisa e liberar espaço para arquivos realmente úteis.

O Windows disponibiliza uma ferramenta para isso. Se for a versão 8 ou posterior, basta digitar “Limpeza do Disco” na caixa de pesquisa. Na versão 7, clique em “Iniciar”, “Acessórios”, “Ferramentas do Sistema” e procure a opção “Limpeza de Disco”.

Uma opção para deixar seu PC mais rápido é o uso combinado entre SSD e HD, utilizando o primeiro para o sistema operacional e programas, e o segundo para arquivos e documentos.

4. Desinstale programas desnecessários

Alguns programas inicializam junto com o Windows. Isso afeta diretamente o desempenho da máquina, causando lentidão quando o computador é iniciado. Se o seu PC está demorando muito para carregar a área de trabalho, seu problema pode ser esse.

Depois de identificar e desinstalar o que não é necessário, você pode gerenciar os programas que inicializam junto com o Windows, por meio do gerenciador de tarefas. Clicando com o botão direito na barra de tarefas, selecione “Gerenciador de Tarefas”; em seguida, acesse a aba “Inicializar”, selecione o que não deve iniciar automaticamente e clique em “Desabilitar”.

5. Utilize somente o necessário

Utilizar muitas abas abertas no navegador é uma das melhores maneiras de “sugar” a memória disponível. Ficar abrindo uma aba toda vez que você precisar acessar um determinado endereço da web prejudica de forma considerável o desempenho do seu PC. Por isso, procure utilizar o menor número de abas possível, fechando as que você não precisa no momento.

Fechar os programas que não estão sendo utilizados também é uma forma eficaz de poupar o uso de memória e processamento. Se uma tarefa precisa apenas de um programa, deixe apenas o necessário em execução.

Caso essas dicas não tenham ajudado a deixar o computador mais rápido, pode ser que esteja realmente na hora de fazer um upgrade. Considere a opção de trocar algumas peças ou investir em uma nova máquina. Para acertar na decisão, leia o nosso post sobre quando comprar um computador novo.

Gostou das dicas? Cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter com mais conteúdos como este! Aproveite e visite nosso site e siga nossos perfis nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e LinkedIn!

Câmeras de segurança: os 3 principais desafios!

Com o constante aumento nos índices de criminalidade nas cidades de todo o país, o mercado de segurança eletrônica tem ganhado cada vez mais destaque. De acordo com a Associação Brasileira de Segurança Eletrônica — Abese, o setor vem apresentando crescimento médio de 8% nos últimos 5 anos.

Contudo, essa é uma área que enfrenta diversos desafios. As constantes atualizações tecnológicas acabam pesando nos custos de algumas soluções mais avançadas. Além disso, a concorrência com o mercado clandestino ainda é muito alta.

Quer saber mais sobre como está o cenário atual e quais são os principais desafios enfrentados pelas empresas que prestam esse tipo de serviço? Então confira nosso post agora mesmo!

Cenário atual do mercado de segurança eletrônica no Brasil

O cenário do mercado de segurança eletrônica é considerado positivo e promissor. Afinal, o faturamento do setor foi de mais de R$ 6,04 bilhões em 2017.

O principal responsável por esse bom resultado foi o crescimento na procura pelos CFTV’s, principalmente residenciais, e pela portaria remota.

Isso mostra um aumento da preocupação da população com a segurança de suas residências. Além disso, equipamentos com tecnologia avançada, como câmeras IP e sistema de alarmes, têm se tornado cada vez mais acessíveis às pessoas.

Com a economia apresentando sinais de retomada, a previsão é de que o crescimento seja ainda maior em 2018.

Principais desafios do setor

Apesar do cenário favorável, os desafios existem e merecem nossa atenção. Por isso, apresentamos os 3 que causam mais impactos se não forem observados com cautela. Confira!

1. Atualização constante

Não há como negar a inteligência das pessoas mal-intencionadas. Mesmo que elas não a utilizem de forma honesta, o fato é que, por causa delas, os equipamentos precisam ser atualizados constantemente.

Dessa forma, alguns deles acabam tendo um tempo de vida útil encurtado, o que provoca a necessidade de substituição de tempos em tempos e, consequentemente, o aumento nos custos de manutenção da eficácia do projeto de segurança.

2. Custos com investimento

Alta tecnologia custa caro e, nessa área, quanto mais moderna ela é, mais segurança ela garante. Sendo assim, os melhores projetos também são os que demandam mais investimentos.

O principal desafio aqui é que nem sempre é fácil convencer os clientes a respeito disso. Assim, é preciso ter “jogo de cintura” para conseguir negociar um projeto que garanta uma boa segurança e que não prejudique a margem de lucro da prestadora do serviço.

3. Clandestinidade

Infelizmente, o Brasil é um país que sofre com a clandestinidade em todos os tipos de negócio. Para fugir de taxas e de impostos, muitas pessoas oferecem serviços e equipamentos de segurança eletrônica por valores mais baixos no mercado. Com isso, as empresas sérias e corretas acabam sendo prejudicadas.

Por isso, é essencial alertar os clientes sobre os riscos de fazer negócio com esse tipo de pessoa. Um bom argumento é questionar se ele confia a sua própria segurança e a de sua família a uma empresa que não cumpre a lei.

Como vimos, o mercado de segurança eletrônica tem seus desafios, mas também tem uma excelente perspectiva. Conhecendo ambos os lados, fica mais fácil de traçar as melhores estratégias e obter sucesso.

Se você gostou deste texto, compartilhe-o com seus amigos nas suas redes sociais!

Caso você queira receber conteúdos exclusivos como este em seu e-mail, assine agora mesmo nossa newsletter! Até a próxima!

Conheça 5 itens essenciais para toda loja de informática

O que não pode faltar numa loja de informática? Atendimento diferenciado, produtos de qualidade, boa divulgação e confiança dos clientes são fundamentais. Mas o principal para se ter sucesso, sem dúvida, é a variedade de produtos. Assim, é possível atender uma maior quantidade de clientes de diversos perfis. Mas fique atento, existem itens essenciais na loja de informática. Confira!

1. Cartuchos e toners

Ter disponível para venda uma variedade de suprimentos para impressoras é uma ótima forma de se fidelizar um cliente. Esses insumos, tanto cartuchos de jato de tinta quanto toners para impressão a laser, atendem tanto o cliente doméstico como empresas.

Nas empresas, o uso frequente de toners faz com que a compra seja recorrente, abrindo uma possibilidade de manter o cliente fiel à loja. E quanto maior a variedade dos suprimentos, maior a possibilidade de vendas.

2. Dispositivos de armazenamento (HDs, SSDs e pen drives)

Mesmo com o armazenamento em nuvem sendo um diferencial hoje, muita gente não abre mão de um bom pen drive para guardar seus dados. A facilidade de levar sempre as informações com você e acessá-las mesmo sem internet faz do pendrive um item indispensável numa loja de informática.

Quanto aos HDs e SSDs, a procura é constante, tanto para repor uma peça danificada como em ocasiões em que o cliente deseja fazer um upgrade em seu computador. Sem falar que o Mercado Gamer cresce a cada dia, e a procura por peças com maior desempenho da máquina, como o SSD, acompanha essa tendência. Você sabe a diferença entre um SSD e um HD?

3. Roteadores Wi-Fi

Atualmente, o acesso à internet é praticamente indispensável. Seja para entretenimento ou negócios, em casa ou no trabalho, o uso de internet é quase fundamental. E, para evitarmos incômodos durante  estes momentos devemos contar com um bom roteador.  Desta forma, é necessária uma boa conexão de internet e um sinal Wi-Fi capaz de alcançar os smartphones, notebooks e smart TVs presentes no ambiente.

Nem sempre o roteador convencional que a empresa de telefonia instala é capaz de atender essa demanda. Por isso, ter  roteadores  disponíveis em sua loja de informática é essencial para atrair clientes, domésticos ou corporativos que precisam distribuir o sinal por meio de pontos de acesso.

4. Periféricos

O uso regular dos periféricos de informática faz com que eles se desgastem naturalmente, causando uma reposição frequente. É indispensável ter uma variedade de periféricos disponível, em sua loja de informática.

Mouses, teclados, cabos de energia, USB, HDMI, fones, headsets, fontes, entre outros, são itens essenciais na loja de informática. A procura por esses itens é sempre alta e é fundamental tê-los em estoque para atender às exigências dos diferentes tipos de clientes.

5. Nobreaks e estabilizadores

Ninguém quer perder um aparelho ou dispositivo por conta de uma oscilação da rede elétrica. Por isso, muitos clientes procuram por produtos que possam garantir o fornecimento adequado de energia a seus equipamentos.

Nobreaks e estabilizadores garantem o fornecimento de energia ideal. Também evitam que computadores, impressoras e TVs sejam danificados por um eventual pico de energia. Afinal, melhor investir na prevenção do que na troca ou conserto de um aparelho, sendo a segunda opção bem mais cara.

Assim, nobreaks e estabilizadores entram nessa lista de itens essenciais, devi à segurança que promovem aos clientes.

Agora que você conhece os itens essenciais na loja de informática, entre em contato conosco e conheça nossa variedade de produtos e condições de entrega.

Gostou do conteúdo? Então cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter com mais dicas como essas!

Como deixar o wi-fi mais rápido? Veja 5 dicas incríveis!

A tecnologia wi-fi é grande aliada no mundo corporativo. A possibilidade de conexão de vários tipos de dispositivos simultâneos, bem como o seu caráter de mobilidade, transformaram essa conexão na principal utilizada no Brasil e no mundo.

Segundo estimativas da Cisco Systems, até 2020, serão mais de 50 milhões de aparelhos conectados à internet. Com tantas coisas para interligar, o desafio tem sido deixar o wi-fi mais rápido e de forma a continuar sendo um potencializador de negócios.

Quer saber como impulsionar sua internet? Continue lendo e vejas as dicas para navegar tranquilo.

O papel do roteador

Caso não esteja satisfeito com a velocidade da sua internet, pode não ser culpa da operadora. A escolha correta do equipamento adequado é determinante para que você tenha o desempenho ideal da sua conexão.

Escolher um roteador de qualidade e que atenda à sua demanda é o primeiro passo para ter uma conexão wi-fi de qualidade. Afinal, é esse aparelho que faz todo o trabalho de distribuição do sinal da internet. Por isso, muitas vezes, ele é o responsável pela lentidão.

Como deixar o wi-fi mais rápido

A boa notícia é que realizar alguns procedimentos simples deixará sua conexão melhor. Conheça essas 5 dicas incríveis.

1. Escolha bem o roteador

Como mencionado, a escolha do roteador adequado é um dos principais pontos para conseguir o melhor desempenho da sua internet. Existem muitos modelos no mercado, mas é importante avaliar bem a qualidade e se as configurações atendem à sua demanda.

Entre as principais marcas encontradas no mercado brasileiro e que são líderes em vendas estão D-link, TP-link, Cisco e Intelbrás.

 2. Instale em local adequado

O sinal de wi-fi é passível de interferência, por isso, a escolha do local onde ele ficará é muito importante. Atente para as seguintes situações:

  • dê preferência a instalar nos locais centrais do ambiente;
  • quanto mais alto e menos obstáculos, melhor;
  • evite colocá-lo ao lado de equipamentos com motor interno, como telefones ou televisores;
  • evite obstáculos;
  • mantenha distância de janelas.

3. Analise a performance do wi-fi

Outro ponto importante a verificar é como está a performance do seu roteador e, assim, encontrar possíveis pontos de melhoria. Avalie, principalmente:

  • potência do sinal: quanto mais perto do roteador, mais forte será o sinal. Obstáculos e outros sinais de radiofrequência podem interferir no desempenho. A instalação em local adequado e instalação de repetidores auxiliam nesse quesito;
  • alcance do sinal: em média, os roteadores estimam um alcance de redes wi-fi de 30 metros em ambientes fechados e 150 metros em ambientes abertos. No entanto, esse alcance pode ser reduzido pelos fatores já mencionados. Além das dicas anteriores, avalie a necessidade de utilizar antenas externas;
  • frequência do sinal: existem, por padrão, dois tipos de frequência de wi-fi: 2,4 GHz e 5 GHz. Como trata-se de frequência, não significa que o número maior é o mais forte. O sinal 5 GHz possui mais intensidade em curtas distâncias, enquanto o 2,4 GHz carrega menos dados por vez, mas alcança distâncias maiores. Não há um sinal “melhor”, e sim aquele que mais atende às necessidades.

4. Faça priorizações

Quanto mais aparelhos conectados, mais lentidão, pois todos eles dividem a mesma banda da internet. Então, é possível fazer a priorização de dispositivos e/ou programas na maioria dos roteadores disponíveis, por meio de Qos (Quality of Service). Ao entrar nas configurações do seu equipamento, você verá essa opção, aí é só fazer as escolhas de acordo com as necessidades da empresa.

5. Utilize senhas

Evite “ladrões” de sinal. Tenha senhas nos seus roteadores e escolha-as com certo grau de dificuldade. Caso já tenha, mas não muda há muito tempo, é aconselhável fazer a alteração regularmente. Uma dica é alternar entre caracteres maiúsculos, minúsculos, especiais e números.

Manter a velocidade e qualidade da sua internet é garantir o bom andamento e fluidez dos negócios da empresa. Por isso, certifique-se de deixar o wi-fi mais rápido: tenha um roteador de qualidade e adequado às suas necessidades, coloque em prática as dicas sugeridas e fique livre da lentidão.

Gostou dessas dicas de wi-fi? Então, siga-nos nas redes sociais, FacebookTwitterInstagram, e veja mais informações sobre esses e outros assuntos.

Aproveite e assine a nossa newsletter e receba novidades do blog.

O que é melhor: prospectar clientes ou manter os atuais?

O que vale mais a pena: prospectar clientes ou é melhor manter os atuais? Muito se fala sobre divulgação e expansão, dando a ideia de que é necessário correr atrás de novos consumidores o tempo todo. Essa é mesmo a forma mais lucrativa de atuar?

Neste conteúdo, vamos responder a essa pergunta e analisar, sob diferentes aspectos, o que é mais vantajoso. Além disso, veremos algumas dicas práticas para trazer mais resultados no local onde você trabalha. Acompanhe e confira!

Conquistar novos clientes ou manter os atuais?

Quando aos custos

Toda venda tem um custo para acontecer. É o famoso ROI (Return Over Investment, ou Retorno Sobre o Investimento).

Segundo Philip Kotler, considerado o “pai” do marketing, conquistar novos clientes é de cinco a sete vezes mais caro do que manter um consumidor atual. Em outras palavras, investir na fidelização aumenta o retorno sobre o investimento, pois garante mais resultados com menos recursos.

Quanto aos esforços de marketing e vendas

Além do custo, em si, vender para pessoas que ainda não conhecem a sua empresa exige esforços maiores no trabalho de marketing e vendas.

Nessas situações, é preciso educar o cliente sobre os benefícios do seu produto ou serviço. Conquistar a sua confiança e quebrar possíveis objeções que o impedem de fechar o negócio com a sua marca. Tudo isso faz com que a conquista de novos públicos seja mais desgastante, que fidelizá-los.

Quanto à previsibilidade

Um dos sonhos de qualquer empresa é conquistar previsibilidade de faturamento. Fidelizar clientes permite à gestão projetar o volume de vendas e os compradores tendem a fazer aquisições todos os meses.

Por outro lado, a tentativa de fechar novos negócios nem sempre traz os resultados esperados. Há, por exemplo, meses em que os gastos com marketing e vendas são elevados, mas o número de conversões não acompanha esse investimento.

Como manter e fidelizar os clientes atuais?

Agora que vimos como a fidelização é mais vantajosa do que conquistar novos clientes, é hora de saber como colocá-la em prática, certo? Vejamos, então, algumas dicas simples — mas eficientes:

Conheça bem o seu público

Conhecer os seus clientes vai muito além de saber os seus nomes. É necessário compreender as necessidades de cada comprador e as dificuldades enfrentadas. Isto, além dos benefícios que ele gostaria de obter.

Desse modo, além de fazer com que os clientes comprem mais vezes, você também pode conquistar tickets médios cada vez maiores.

Ofereça benefícios e vantagens verdadeiras

Todo cliente gosta de ganhar mimos ou presentes — desde que essas vantagens sejam reais, e não apenas jogadas de marketing.

Um exemplo simples que costuma funcionar é oferecer um cartão de desconto (por de exemplo, de 10% a 15%) para a próxima compra. Outra ideia seria enviar um brinde aos clientes que compram mais de uma vez da sua empresa.

Pesquise a concorrência

A briga por clientes sempre existirá, especialmente durante os períodos em que a economia sofre com oscilações. Por isso, saber o que seus concorrentes estão fazendo é uma bela vantagem.

Analise o atendimento, os produtos e os preços praticados pelos outros players. Não deixe de investigar também quais são os problemas que esses competidores enfrentam. Assim, ao otimizar os pontos falhos de outras marcas, você ganha uma excelente oportunidade de se destacar delas e fidelizar mais consumidores.

Enfim, você entendeu que fidelizar o seu público é mais efetivo que conquistar novos clientes. Agora basta colocar estas dicas em prática!

Se você gostou deste post, aproveite para cadastrar o seu e-mail para receber a nossa newsletter e continuar por dentro dos nossos próximos conteúdos!

Saiba como atrair gamers para a sua loja de informática

O consumo de PCs gamers cresce ano após ano e movimenta cada vez mais a economia. Segundo o Terra, essa indústria já concentra mais de 66,3 milhões de jogadores que investem US$ 1,3 bilhão por ano. Os números impressionam, não é?

Entretanto, isso não é tudo. A melhor notícia é que o Brasil tem o principal mercado de jogos da América Latina! Isso representa uma excelente oportunidade para quem comercializa produtos relacionados ao universo gamer.

Já não há dúvidas que esse público está disposto a comprar. Sendo assim, só falta saber como atrair os fãs do mercado gamer para a sua loja. Para isso, confira as dicas a seguir!

Conheça as características do público gamer

Segundo a Pesquisa Game Brasil, a maioria das pessoas joga em mais de um dispositivo, sendo que o smartphone é o mais popular (77,9%), seguido de perto pelo computador (66,4%). O console fica mais distante, em terceiro (49%).

No entanto, o estudo chama a atenção para um detalhe interessante. Nem todas as pessoas se consideram gamers. Entre os participantes que realmente aderem ao rótulo, o computador e o console são os dispositivos preferidos para os jogos — sendo que esse grupo normalmente joga todos os dias da semana!

Aproveite as datas promocionais

De acordo com um infográfico da Pesquisa Game Brasil, de cada 10 gamers, 4 fizeram alguma compra de jogo na Black Friday 2017. Em 2018 a situação é ainda mais animadora para as lojas de informática, já que 7 de cada 10 jogadores relataram que pretendem gastar dinheiro com produtos.

Dessa forma, criar campanhas especialmente para as datas promocionais é extremamente válido quando se trata de atrair fãs do mercado gamer. Ah, e vale lembrar que esse público também acompanha os eventos mundiais (como a Black Friday), e não apenas os feriados nacionais.

Aposte em produtos segmentados

O público apaixonado por jogos é exigente e gosta de investir em itens especializados. Quer um exemplo? Entre um teclado padrão e outro que foi desenvolvido especialmente para jogar, os gamers preferem a segunda opção, mesmo que ela custe mais caro. Para o lojista, essa é uma ótima oportunidade de vender mercadorias com maior margem de lucro.

No entanto, para que isso aconteça, é necessário apostar em itens segmentados. Alguns exemplos são: gabinete gamerteclado gamermouse gamerheadsetcontroleplaca de vídeofonte e cooler.

Capacite seus vendedores

Como mencionado anteriormente, os consumidores de jogos são exigentes. Eles estão acostumados a ler, assistir vídeos e pesquisar sobre os mais variados itens que fazem parte desse mercado.

Por isso, para explorar todo o potencial desse mercado, você deve preparar sua equipe. Os vendedores devem conhecer as necessidades do público gamer e compreender as principais vantagens e limitações de cada produto. Dessa forma, poderão garantir que os clientes tenham uma excelente experiência de compra na loja, conquistando a confiança deles.

Por fim, lembre-se de que o mercado gamer está sempre em evolução. Cada vez mais pessoas têm jogado, incluindo um número maior de mulheres e de pais que jogam com seus filhos. Além disso, novos jogos e produtos são lançados constantemente, abrindo oportunidade para novas vendas. Fique por dentro e aproveite!

Gostou deste conteúdo? Quer ficar por dentro dos novos posts e artigos? Então, curta nossa página no Facebook e cadastre seu e-mail em nossa newsletter!