Dicas para melhorar o sinal da sua rede WiFi

Neste post vamos ver algumas possibilidades para melhorar o sinal do wifi já que nos tempos de hoje é quase impossível ficar sem. Para isso, pesquisamos e selecionamos algumas dicas, vamos nessa?!

Mantenha seus equipamentos atualizados

Assim como todos os equipamentos eletrônicos e tecnologias, o WiFi está em constante evolução, portanto, sempre que puder, você deve atualizar os seus aparelhos para garantir sempre mais velocidade e confiabilidade na transmissão de dados. Atualmente existem alguns padrões IEEE 802.11 para redes sem fio, como A, B, G, N e AC. Enquanto o padrão B entrega os dados com até 11 Mbps de velocidade, os padrões A e G conseguem transmitir informações em até 54 Mbps. O formato N consegue enviar e receber dados em até 600 Mbps, e o AC chegaria ao 1 Gbps. Para conseguir velocidades maiores de transmissão, você precisa ter um roteador que seja capaz de entregar no padrão AC e uma placa de rede compatível com esse formato — mas as mais comuns são limitadas ao padrão N. As placas de rede mais antigas podem ser trocadas com facilidade; já os roteadores precisam ser substituídos por modelos mais novos.

Posicione o seu roteador no melhor lugar possível

Olhando essa dica, parece ser um tanto quanto óbvio, porém muitas vezes não é seguida. Quem aqui nunca deixou ou conhece pessoas que deixam o roteador lá no canto da casa, escondido entre um livro e outro ou até mesmo dentro de algum armário? Mesmo que o seu roteador não combine com a decoração de sua sala de estar, não é aconselhável que você o esconda atrás de algum móvel. É muito importante que ele fique posicionado em um local alto e completamente livre de obstáculos. Afinal de contas, ele é um transmissor de sinal e precisa de espaço. O bom é deixar o equipamento em um lugar mais central de sua casa, assim você garante a melhor cobertura de sinal possível até nos ambientes mais distantes. Outra dica importante é manter o aparelho em um lugar alto, como em cima de alguma prateleira, ou fixado na parede mesmo. NUNCA FAÇA, eu disse, NUNCA FAÇA! Ao perceber que o sinal está fraco é de costume posicionar as antenas do roteador em direção ao local em que você está. Isso é completamente errado, afinal, o roteador não é uma antena de TV. Então, para garantir a qualidade do sinal, deixe sempre as antenas do aparelho apontadas para cima, lembre-se, o céu é o limite!

Livre-se de aparelhos que causam interferência

Além de outros roteadores próximos, existem diversos outros equipamentos que podem causar interferência em sua rede. Telefones sem fio e fornos de micro-ondas são alguns desses equipamentos e estão entre os principais responsáveis por isso. Para evitar esse problema, você pode adquirir aparelhos de telefone ou roteadores com frequências diferentes. Caso instalar novos equipamentos não seja uma opção, outra forma bem simples é posicioná-los longe um do outro pode resolver os problemas na maioria dos casos.

Aumente a segurança de sua rede e livre-se dos ladrões de sinal

Mesmo que o seu roteador já tenha uma conexão com senha, pode ser que ela seja muito simples e algum vizinho oportunista esteja roubando o sinal de sua rede, deixando-a lenta. Para evitar que esse tipo de coisa aconteça é escolher um padrão de segurança mais avançado, como o WPA. A senha deve ser difícil, sempre misturando letras e números. Assim como todos os códigos de segurança, você deve mudá-lo frequentemente. Para evitar que outras pessoas identifiquem a sua rede e possam tentar “adivinhar” a senha, evite usar nomes que indiquem de onde é o sinal, como “WiFi do fulano”. Uma última medida, um pouco mais radical, é limitar o número de conexões ao seu roteador pelo endereço MAC da placa de rede. Funciona assim: o acesso ao equipamento fica completamente bloqueado, a não ser para o código MAC que você liberou, no caso, o seu notebook ou smartphone, por exemplo. Essa é uma boa medida de segurança, mas pode ser chato ter que adicionar o MAC de cada amigo seu que vá visitar a sua casa e precise utilizar a sua rede.

Controle aplicativos que sequestram toda a banda

Programas de download, como BitTorrent, jogos online ou streaming de vídeo, podem comprometer muito, mas muito mesmo o sinal de sua rede WiFi. Se em sua casa várias pessoas compartilham a mesma rede, é possível que uma máquina esteja consumindo a maior parte da banda e limitando o uso para os outros computadores. Para resolver esse problema, você pode utilizar uma ferramenta presente em quase todos os roteadores WiFi, que é o QoS (Quality of Service ou simplesmente Qualidade de Serviço). Ele prioriza a transferência dos dados por protocolos, ou seja, você pode colocar chamadas em vídeo na frente do Torrent ou, se você quiser, pode bloquear completamente algum programa.

A última dica, porém não menos útil é…

Transforme o seu antigo roteador em um repetidor de sinal

Se algum ambiente da sua casa não consegue receber sinal adequadamente, você pode colocar um roteador antigo no meio do caminho para amplificar o alcance da rede. Infelizmente, nem todos os roteadores trazem essa função de fábrica.

A boa notícia é que quase qualquer roteador comum pode ser um repetidor de sinal. Para fazer isso, você pode instalar o DD-WRT, como já foi mencionado anteriormente. Depois de modificar o aparelho, basta configurar o equipamento para que ele retransmita o sinal do primeiro roteador.

A Gaúcha Distribuidora possui uma ampla linha de conectividade, incluindo roteadores, repetidores, switch entre outros. Acesse o site e confira nossos produtos e vantagens!

www.gauchadistribuidora.com.br / 51 3269 7800 / contato@gauchadistribuidora.com.br

Deixe uma resposta