Manutenção de computadores: quando comprar um novo?

No ambiente empresarial, é comum o uso de desktops e notebooks para otimizar as rotinas da empesa. Os computadores auxiliam na execução de tarefas e economizam tempo na realização das mesma. Para manter o bom funcionamento do fluxo de trabalho, é importante realizar a correta manutenção de computadores.

Com o crescimento das demandas dos usuários, o desempenho das máquinas também cresce para atender as necessidades das tarefas. Por isso, devemos nos atentar ao tempo certo para comprar um computador novo para não prejudicar a performance da equipe.

Mas, afinal, quando é a hora de substituir os computadores? Acompanhe este post e descubra!

Verifique o funcionamento do computador

Se o computador demora muito tempo para inicializar o sistema e executar os aplicativos e utilitários que são comuns nas tarefas diárias, a performance do trabalho será impactada negativamente. Em alguns casos, uma limpeza de disco, a exclusão de arquivos duplicados ou a atualização dos softwares pode corrigir o problema.

Os hardwares também devem ser verificados, uma vez que eles interferem diretamente no desempenho do computador. Porém, se nenhuma das medidas funcionar, chegou o momento de investir em uma nova máquina mais moderna e potente.

Certifique-se de que o equipamento é o mais adequado

O equipamento deve corresponder ao tipo de tarefa desempenhada na empresa. Por exemplo, se a organização trabalha com produção de jogos, o computador deverá ter excelentes capacidade gráfica, velocidade de processamento e memória. A natureza da atividade aponta quais os tipos de equipamentos deverão ser utilizados.

Mesmo que a manutenção de computadores da sua empresa esteja em dia, os hardwares vão ficando obsoletos com o passar do tempo. HD, placa de vídeo, processador, memória RAM, entre outros, em algum momento, deverão ser substituídos.

As atualizações de softwares também podem exigir a troca de equipamentos por outros mais potentes. Nessa hora, é importante investir nas melhores marcas disponíveis no mercado — Lenovo, HP, Dell, Samsung e Positivo —, buscando sempre as opções que vão atender satisfatoriamente às necessidades da empresa.

Saiba o orçamento da empresa para a manutenção

Sabendo as necessidades relacionadas ao tipo de equipamento para empresa, chega o momento de verificar qual o orçamento disponível para o investimento na manutenção ou na compra de novos computadores.

Não se prenda a computadores que têm grande potência se você não vai usufruir de toda sua capacidade. Se o custo de manutenção dos computadores for superior a 50% do valor de compra de novos, é mais viável realizar a substituição.

Analise o computador antes da compra

Para acertar na decisão, não compre uma linha de computadores semelhantes para setores diferentes. Cada departamento tem suas particularidades, logo, você precisa estabelecer um planejamento estratégico para facilitar a tomada de decisão. Alguns elementos devem ser considerados, como:

  • softwares;
  • requisitos de segurança de dados;
  • sistema operacional;
  • espaço que o equipamento vai ocupar.

Teste o computador na loja, leia as características no manual do produto e tire qualquer dúvida que surja com o vendedor. Aproveite para comparar modelos e versões para descobrir quais máquinas são mais adequadas para atender às demandas da empresa.

Além disso, em lojas de informática você pode montar um computador exatamente do jeito que você precisa. A máquina pode contar com aumento de memória, HDs e processadores com capacidades maiores e muitas outras opções de acordo com as suas necessidades.

Tendo esses cuidados na manutenção de computadores da sua empresa, você fará escolhas acertadas que vão trazer benefícios para alcançar melhores resultados. O importante é adotar a melhor estratégia para contar sempre com equipamentos que não limitem o desempenho da equipe.

E então, gostou das nossas dicas? Aproveite para descobrir como comprar computadores para empresas!

Um comentário em “Manutenção de computadores: quando comprar um novo?”

Deixe uma resposta